Inclusão

Representantes pela inclusão comemoram projeto

Jundiaí conta com mapeamento de dados das Pessoas com Deficiência em Jundiaí, desenvolvida pela Cijun, a plataforma traz gráficos e relatórios de informações referentes a esse público. O portal foi apresentado, pelo prefeito Luiz Fernando Machado, diretor-presidente da Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun), Amauri Marquezi e pelo gestor da Casa Civil, Gustavo Maryssael, para o vereador Douglas Medeiros e para a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Ivanilde Oliveira de Jesus.

“Hoje apresentamos o projeto que envolve o mapeamento das Pessoas com Deficiência em Jundiaí. A partir da consolidação de dados pela Cijun, teremos mais subsídios para que as políticas públicas possam ser mais assertivas na vida da Pessoa com Deficiência no nosso município”, comentou o prefeito Luiz Fernando Machado.

Imagem mostra pessoas em sala com mesa em formato em U.
Prefeito apresentou o portal com o monitoramento das Pessoas com Deficiência

portal com o mapeamento das Pessoas com Deficiência em Jundiaí, está locado dentro do site da Prefeitura de Jundiaí e pode ser consultado por todos. “Os dados foram consolidados em um único cadastro a partir das informações provenientes das Unidades de Gestão de Promoção de Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social e Educação”, explica Marquezi.

A plataforma foi desenvolvida a partir do Projeto de Lei nº 12.424, de autoria do vereador Douglas Medeiros, que criou o Programa de Mapeamento Socioeconômico de Pessoas com Deficiência ou Mobilidade Reduzida.

O trabalho foi realizado em parceria entre Prefeitura de Jundiaí, por meio da Cijun, Câmara Municipal e Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. “A ideia é avançar para levar mais acessibilidade a todas as pessoas de Jundiaí”, conta Douglas.

Imagem mostra mulher em frente à tela de computador. Na tela, site Inclusão de Pessoas com Deficiência
Portal permite conhecer melhor as informações das Pessoas com Deficiência que utilizam os serviços públicos

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.